ALMAR Assoc. Cívica de Almada

TURISMO RELIGIOSO E CULTURAL

Congressistas:

Companhia de Dança de Almada

A Companhia de Dança de Almada é uma companhia profissional de Dança Contemporânea residente em Almada, dirigida por Maria Franco.

Iniciou a sua atividade em 1990, a qual desenvolve de forma continuada nas vertentes de criação/produção de espetáculos de Dança Contemporânea, apoio a projetos emergentes, formação profissional e intercâmbio nacional e internacional.

 Oferece igualmente um conjunto de atividades dirigidas à comunidade em geral, de entre as quais se destaca a formação regular de crianças, jovens e adultos, assim como a organização de diversas ações de formação e sensibilização de públicos, não apenas na zona de residência, mas também a nível nacional.

Sede

Pct. Francisco Vieira de Almeida, 1, r/c

2800-406 Almada

Mapa

Tel: +351 212 583 175

Fax: +351 212 500 524

E-mailgeral@cdanca-almada.pt

 
Escola e Estúdio: 

Rua 8 de Setembro, 11c  -  

2810-264 Almada

Mapa

Tel +351 212 500 145

E-mailescola@cdanca-almada.pt

Horário de atendimento na Escola: Seg. a Sex., 16:00 às 20:00

António Manuel Ribeiro - UHF

António Manuel Ribeiro estudou no liceu em Amada, tendo sido sempre considerado um aluno exemplar. Após terminar o 5º ano do liceu (atual 9º ano) teve de escolher se desejava seguir a área de letra ou ciências, tendo optado por ciências por influência de seu pai. Continuou os estudos no liceu D. João de Castro em arquitetura, mas a literatura, a poesia e os originais que ia escrevendo levaram a mudar-se para letras, apesar do seu jeito para o desenho.

Depois de ultrapassada a agitação social e política da revolução de abril, entra na faculdade de Direito em 1976 onde esteve pouco tempo, transferindo-se para Filosofia Romântica. Foi aluno de Urbano Tavares Rodrigues.

Consegue um estágio no jornal Record onde permanece até 1980. Durante estes anos conciliou o estágio profissional com a pintura e os concertos que ia dando nos bares da grande Lisboa com a sua banda, mas ainda sem editora. Forçado a abandonar os estudos pelo nascimento do seu primeiro filho passa a trabalhar na Câmara Municipal de Almada, abdicando de parte dos planos que tinha traçado.

Vivia-se uma grave crise social e financeira no início da década de 1980 e o Fundo Monetário Internacional (FMI) «piscava o olho» a Portugal. A instabilidade social de um pais que teimava em não atualizar-se levavam a gritos de revolta muitas vezes expressos na música. Passou brevemente pela política como independente e humanista, mas cedo apercebeu-se do deserto das ideias de quem gere os partidos.

Início de uma carreira

António Manuel Ribeiro, Carlos Peres e mais tarde Renato Gomes vão construindo a solidez de uma banda que acabaria por se afirmar com pujança no panorama do rock em Portugal. Realizam o primeiro concerto no Bar É em Lisboa a 18 de novembro de 1978. Seguem-se vários concertos, primeiro na grande Lisboa e depois ao longo do país.

A corrida do rock cantado em português foi lançada e os UHF com os seus "Cavalos" abriram o caminho.

É produtor discográfico dos trabalhos da própria banda UHF e de outras, caso do álbum No Sul da Europa de 1982 dos Opinião Pública.

Em 1998 fundou a sua própria produtora musical AM.RA Discos.

 

Bibliografia

Ao longo dos anos, António Manuel Ribeiro, contribuiu para jornais e rádios escrevendo crónicas. Apaixonado pela rádio, foi autor de programas e ajudou a fundar duas rádios «piratas».

Desde 2002 participa, semanalmente, com temas de opinião no semanário digital "Setubalnarede".

Ver mais em: www.uhfrock.com/

 

 

 


 

Santuário de Cristo Rei

Num mundo marcado por divisões de vária ordem, a imagem de Cristo-Rei do Alto do Pragal, em Almada, é referência da paz e harmonia interior, capaz de transformar os corações individuais e contagiar os corações colectivos.

http://www.cristorei.pt/

CAA - Centro de Arqueologia de Almada

 

Fundação a 1 de Novembro de 1972  - ONGA (Organização Não Governamental de Ambiente) - Equiparação a Associação Juvenil

 

 

REVISTA AL-MADAN:

Projecto editorial do Centro de Arqueologia de Almada destinado à promoção da cultura científica, através de duas edições: Al-Madan (impressa) e Al-Madan Online (digital).

Revista portuguesa de referência nas áreas da Arqueologia, do Património arqueológico e das disciplinas científicas relacionadas, com uma posição editorial independente e pró-activa desde 1982.

Mais informações e números online:www.almadan.publ.pt
issuu.com/almadan


i

 O CAA criou um espaço lúdico-pedagógico onde é possível experimentar as várias tarefas da actividade arqueológica e descobrir a vida quotidiana na Antiguidade.

Numa simulação em tudo idêntica à realidade, as equipas de investigadores desempenham as diversas funções necessárias no campo arqueológico, desde a prospecção à apresentação de resultados científicos, passando pela escavação, registo e tratamento dos materiais.

Aqui também é possível festejar aniversários.

Outras: 

• Aldeia Pré-Histórica

• Olimpíadas da Arqueologia (novo)

• Ateliers de olaria, cestaria, tecelagem, reciclagem...

• Os Detectives da História – Programa lúdico-pedagógico, realizado no Convento dos Capuchos ou no Solar dos Zagallos.

• Histórias nos azulejos (no Solar dos Zagallos)

 

 

Contactos: 

Correio eletrónico: secretariado@caa.org.pt

Telefone/Faxe: (351) 212 766 975; Telemóvel: (351) 967 354 861

Endereço Postal: Apartado 603 EC Pragal

2801- 601 Almada Portugal



 

Companhia de Teatro de Almada

Companhia de Teatro de Almada nasceu em 1978, quando o Grupo de Campolide (fundado em 1971 por Joaquim Benite) se instalou no teatro da Academia Almadense, aí mantendo-se até 1987 e inaugurando em 1988 o Teatro Municipal Joaquim Benite, sito no antigo mercado de abastecimento municipal, e em 2006 o novo Teatro Municipal Joaquim Benite, dito Teatro Azul: um projecto audaz dos arquitectos Manuel Graça Dias e Egas José Vieira, concebido de raiz para o funcionamento da Companhia e prossecução do seu projecto teatral, no contexto de um programa de desenvolvimento regional integrado (Rede Nacional de Teatros e Cine-teatros municipais). Com a morte de Joaquim Benite, o fundador da Companhia, esta passou a ter como Director Artístico Rodrigo Francisco, seu assistente desde 2006

 VER MAIS EM: http://www.ctalmada.pt/

Teatro O Grito

O Grito iniciou a sua actividade em 1995. Tem desenvolvido a sua actividade, principalmente, no Centro Cultural Juvenil de S.to Amaro, em Almada. Encarando o papel social do Teatro para além do mero entretenimento, o Grito procura, com os seus espectáculos, suscitar a reflexão e promover a mobilização da consciência crítica e cultural. Tendo um público amplo e heterogéneo como destinatário, os espectáculos d’o Grito privilegiam o acto de comunicação com o espectador e o prazer da fruição lúdica, sem contudo abdicar de um repertório exigente e culturalmente relevante que percorre linguagens muito variadas e os mais diversos géneros teatrais. A par da criação de espectáculos e de múltiplas acções de dinamização cultural, o Grito desenvolve regularmente programas de formação e iniciação nas diversas disciplinas técnicas e artísticas ligadas ao mundo do espectáculo.

O Farol - Associação de Cidadania de Cacilhas

“O Farol” tem os seguintes objectivos:
a) Defender, preservar e desenvolver o património desportivo, cultural, histórico, arquitectónico e turístico de Cacilhas;
b) Promover o estudo, discussão e investigação de assuntos que tenham interesse directo ou difuso para as condições de vida dos habitantes de Cacilhas;
c) Desenvolver a cooperação e a solidariedade entre os seus associados, na base da realização de iniciativas relacionadas com problemas que afectam ou venham a afectar Cacilhas, os seus naturais, os seus residentes, aqueles que aí trabalham ou as entidades que aí têm sede;
d) Implementar a promoção e a defesa activa do ambiente em Cacilhas;
e) Cooperar com associações cujos objectivos sejam similares aos definidos nestes estatutos
f) Participar activamente na defesa dos interesses de Cacilhas e da sua população.

 Ver mais em:
http://o-pharol.blogspot.pt/       

http://o-pharol-boletim.blogspot.pt/         

 http://o-pharol-fotos.blogspot.pt/

www.facebook.com/pages/O-FAROL-Associação-de-Cidadania-de-Cacilhas/626210220728741?fref=ts

 

USALMA - Universidade Sénior de Almada

USALMA: um projeto de Cidadania Ativa
Em 2003, um grupo de professores do concelho de Almada, dando expressão a uma antiga aspiração da classe, criou a Associação de Professores do Concelho de Almada(Apcalmada).
Entre os projetos de intervenção social e cultural da Apcalmada na comunidade destacou-se a criação da Universidade Sénior de Almada (USALMA), instituição de ensino ao longo da vida aberta a todos os munícipes interessados em continuar ativos no plano intelectual, social e cívico e que se integrem nos princípios e valores propostos pelos seus estatutos e regulamentos.
A USALMA iniciou a sua atividade em 2005, com trinta e dois professores, em regime de voluntariado, tendo matriculado 300 estudantes seniores que constituíram 36 turmas, num leque de disciplinas que iam das línguas e literaturas às ciências sociais, ao movimento e saúde, à informática, às artes (música, escultura, pintura, cerâmica, artesanato) entre outras.


Informações e Contactos
 
Universidade Sénior de Almada - USALMA
Rua Conde Ferreira
2800-077 Almada
Tel.: 21 274 39 28
Fax: 21 274 39 28

 


Consultar informação detalhada sobre os cursos disponíveis na Universidade Sénior de Almada - USALMA (pdf  210 KB)